Mato Grosso do Sul se aproxima dos 20 mil casos e tem 266 mortes por coronavírus

São 782 positivos e 9 mortes nas últimas 24h

registrou 782 novos casos de Covid-19 nas últimas 24 horas, conforme divulgado nesta quinta-feira (23) pelo boletim epidemiológico do novo coronavírus, fornecido pela SES (Secretaria de Estado de Saúde).

Os 782 novos casos refletem incremento de 8,6% na curva, totalizando 19.671 casos positivos no Estado – uma média de 32 diagnósticos positivos a cada hora, nas últimas 24 horas. Os números ainda refletem um pouco do represamento de casos na base de dados do .

O boletim detalha, ainda, que MS já soma 95.312 casos notificados, dos quais 69.875 foram descartados. Há 1.836 amostras em análise no Lacen-MS (Laboratório Central de MS) e 3.930 casos ainda aguardam encerramento pelos municípios. Em 24 horas, foram mais 9 mortes confirmadas, levando o total de vítimas a 266.

Distribuição dos casos

Dos 782 novos diagnósticos, 332 são de residentes em Campo Grande, o que representa 42,45% do total de hoje. Dourados vem na sequência com 69 registros, seguida por Bataguassu (47), Corumbá (35), Sidrolândia (28), Iguatemi (25), Três Lagoas (20), Aguidauana (18), Maracaju (17), Coxim (16), Rio Brilhante (14), Antonio João (12), Costa Rica (12) e Naviraí (11). as demais localidades você pode conferir na tabela abaixo.

De acordo com a SES, o crescimento de casos reforça necessidade de maior controle e rigor não só em Campo Grande, que já tem quase 405 do total de casos de Covid-19 em MS, mas também Corumbá, Bataguassu, São Gabriel do Oeste e municípios do Cone Sul, como Iguatemi. Nestes locais, o titular da SES, , voltou a defender lockdown.

Mato Grosso do Sul se aproxima dos 20 mil casos e tem 266 mortes por coronavírus
Foto: SES | Reprodução

266 óbitos

Novamente, o boletim foi incrementado com mais 9 confirmações de mortes por Covid-19 nas últimas 24 horas, o que eleva o total de vítimas fatais a 266. As vítimas eram residentes de Nova Andradina, Rio Brilhante, Aquidauana, Corumbá, Rio Verde de MT, Campo Grande, Iguatemi e Terenos. Confira os detalhamentos na tabela abaixo.

A taxa de letalidade da Covid-19 permanece em 1,4% e a média móvel de mortes foi calculada em 8,7, um pouco menor que os 9,6 registrados na data anterior. Assim, vítimas fatais da doença em julho sobrem para 176, contra 70 em junho, 11 em maio, 8 em abril e uma em março.

Casos ativos e internações

Dos 19.671 casos confirmados em MS, 12.513 já estão recuperados e 6.892 são casos ativos. Destes, 6.506 estão em isolamento domiciliar. Houve aumento no número de internados, que chegou a 386 nesta quinta-feira – além de 6 de outros estados que não integram as estatísticas do boletim local.

As internações contam com 212 pacientes em leitos clínicos (139 na rede pública e 71 na privada, além de dois internados em SP). Em leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva), são 179 internações, sendo 115 em leitos públicos e 64 em privados.

Mato Grosso do Sul se aproxima dos 20 mil casos e tem 266 mortes por coronavírus
Foto: SES | Reprodução

Com isso, a taxa de ocupação de leitos cativos para Covid-19 no (Sistema Único de Saúde) passa por nova alteração: no cálculo que considera tanto pacientes confirmados da doença como os casos suspeitos, a taxa de ocupação dos 710 leitos clínicos adultos disponíveis é de 33% (236 pacientes), enquanto de leitos clínicos pediátricos (119) é de 16% (19 pacientes). Já de UTI é de 57%, considerando 152 internados em um total de 269 existentes.

Vale lembrar as taxas de ocupações globais – que levam em conta pacientes com suspeita de Covid-19, pacientes confirmados e demais enfermidades: Na macrorregião de Campo Grande, a taxa de ocupação global é de 91% dos 234 leitos de UTI existentes: são 32% de ocupação com pacientes confirmados de Covid-19, 9% com casos suspeitos e 50% com outras enfermidades.

Em Dourados, a taxa global é de 53% dos 107 leitos existentes, sendo 21% com pacientes com Covid-19, 9% com casos suspeitos e 23% com outras enfermidades. Em Três Lagoas, a taxa global é de 43% dos 55 leitos ocupados, sendo 16% com pacientes com Covid-19, 11% com casos suspeitos e 16% com outras enfermidades. Por fim, em Corumbá, a taxa global de ocupação é de 68% dos 22 disponíveis, sendo 36% com pacientes com Covid-19, 5% com casos suspeitos e 32% com outras enfermidades.

Avanço da Covid-19 em MS

O coronavírus permanece em 76 dos 79 municípios de , ou seja, 96% do território estadual – apenas Pedro Gomes, Japorã e Figueirão não têm registros oficiais da doença. Campo Grande continua com o maior número absoluto de casos positivos, com 7.680 confirmados, 39,04% do total em MS. Dourados vem em seguida, com 3.984 casos (20,25%). Corumbá tem 877 positivos (4,46%) e Três Lagoas tem 560(2,85%).

Rio Brilhante tem 560 casos (2,61%), seguida por Bataguassu (490 casos, 2,49% do total). São Gabriel do Oeste superou a marca de 400 casos nesta quinta-feira, com 402 positivos e 2,04% do total de registros em MS. Confira as tabelas com detalhamentos abaixo.

O boletim epidemiológico do novo coronavírus é apresentado diariamente nas redes sociais do Governo de MS em transmissão ao vivo e é divulgado também no site www.coronavirus.ms.gov.br. Clique AQUI para conferir o boletim desta quarta-feira (22) na íntegra.

Mato Grosso do Sul se aproxima dos 20 mil casos e tem 266 mortes por coronavírus
Mais notícias