Insegurança de coronavírus faz visitas em presídios de MS serem suspensas por mais 15 dias

Agepen decidiu prorrogar suspensão de visitas para garantir mais contágios da Covid-19

A (Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário), divulgou, nesta quarta-feira (16), a suspensão de mais 15 dias das visitas em presídios de Mato Grosso do Sul, pela insegurança da transmissão de coronavírus para servidores,  presos e familiares.

Em nota, a agência comunicou que medida segue até dia 30 de setembro e pretende realizar novas reuniões com órgãos de saúde para estudar uma nova possibilidade de liberar a visitação de forma gradativa seguindo protocolos de biossegurança.

“A prorrogação da suspensão é uma forma de garantir maior proteção não só aos internos e servidores, como também aos familiares dos detentos e à sociedade como um todo. A medida visa evitar a entrada de grande volume de pessoas nos estabelecimentos prisionais, o que provocaria uma maior disseminação da no ambiente carcerário e fora dele”, esclarece a nota.

A suspensão segue as diretrizes do Ministério da Saúde, Depen (Departamento Penitenciário Nacional) e CNJ (Conselho Nacional de Justiça). O documento de prorrogação foi encaminhado para todas as unidades penais do Estado.

São cerca de 1,7 mil visitantes no Complexo Penitenciário de Campo Grande, localizado no Jardim Noroeste, apenas no fim de semana. Os agendamentos para visitas online continuam normalmente.

Insegurança de coronavírus faz visitas em presídios de MS serem suspensas por mais 15 dias
Mais notícias