Com feriadão, Bonito aumenta fiscalização na barreira sanitária contra coronavírus

O município está entre as cidades alertas com aumento de casos da doença. O município está entre as cidades alertas com aumento de casos da doença.

O município de Bonito, a 295 quilômetros de distância de Campo Grande, já realizou cerca de 14 mil abordagens na barreira sanitária instalada na entrada da cidade. Por conta do feriadão, de 7 de setembro, a fiscalização aumenta para evitar o avanço de coronavírus.

A secretária de Saúde, Lívia Maria Oliveira, explicou que o posto de Controle de Monitoramento está instalado na entrada da cidade, pela MS-178, sentido Guia Lopes. Montada desde 12 de agosto, mais de 8,1 mil veículos foram abordados. As barreiras funcionam de segunda a sexta-feira, das 7h às 17h, mas será ampliado para funcionar neste fim de semana.

“Levando em conta o aumento do fluxo de pessoas na cidade durante o feriado prolongado, entendemos que é melhor continuar a barreira, porque ali é feita a primeira triagem, por assim dizer, dos visitantes”, disse.

Aumento de casos

Nesta quinta-feira (3) o município foi inserido entre as cidades alertas no Estado, com maior incidência da , por um estudo da UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul.

Bonito já soma 420 casos confirmados e 5 óbitos em decorrência da doença. Outros 22 pacientes estão em isolamento com suspeita, conforme o boletim epidemiológico da SES (Secretaria Estadual de Saúde). Dos positivos, 277 pessoas já estão recuperadas.

Um homem de 41 anos com câncer morreu nesta terça-feira (1) no Hospital do Câncer de Barretos, em São Paulo. O paciente é suspeito de coronavírus e a SES aguarda resultado dos exames e dados de transferência.

Com feriadão, Bonito aumenta fiscalização na barreira sanitária contra coronavírus
Mais notícias