Com edição digital por conta do coronavírus, Capital adere à Hora do Planeta neste sábado

Campanha de conscientização sobre perdas do meio ambiente ocorre com desligamento de luzes e manifestações na internet a fim de evitar aglomerações de pessoas

Mais uma vez, a Prefeitura de Campo Grande vai participar do movimento “Hora do Planeta”. Por meio da Planurb (Agência Municipal de Meio Ambiente e Planejamento Urbano), a ação será realizada neste sábado (28), das 20h30 às 21h30.

A “Hora do Planeta” é vista como o maior e mais tradicional evento global pelo clima, envolvendo o desligamento da iluminação de monumentos, facadas, prédios públicos e outros pontos de interesse por 60 minutos, como forma de chamar a atenção para a urgência de ações de proteção à natureza.

Desde 2009, tanto o Brasil como Campo Grande, especificamente, participam do projeto. “Este ano, apesar do momento que enfrentamos, também estaremos incentivando a população a aderir digitalmente ao movimento, participando de suas casas”, afirmou a diretora-presidente da Planurb, Berenice Maria Jacob Domingues, referindo-se aos esforços e polêmicas envolvendo o combate ao novo coronavírus (Covid-19).

Digital

A WWF, organizadora do manifesto, emitiu orientações sobre a realização do evento que, neste ano, será digital: diferente dos anos anteriores, onde houve ações educativas em diversas partes do mundo, as ações deixaram de ser presenciais para seguir as regras globais de saúde e garantir a segurança sanitária diante do coronavírus.

O Festival Digital Hora do Planeta acontecerá por meio do site https://www.wwf.org.br/participe/horadoplaneta/. Diretora de Sociedade Engajada do WWF-Brasil, Gabriela Yamaguchi explicou como funcionará o festival digital.

“Mais importante do que nunca estarmos conectados com as pessoas que amamos, de maneira segura e seguindo as orientações dos órgãos de saúde, e com o nosso planeta. Precisamos ser solidários e resilientes. Por isso, optamos por fazer a Hora do Planeta deste ano completamente digital. Sabemos que juntos é possível”, informou ela.

Além do festival digital, as sugestões da ação neste ano incluem as hashtags #UseSuaVozPeloPlaneta, na qual as pessoas são instigadas a cantar, dublar ou recitar e compartilhar em redes sociais ao longo do sábado; ou ainda maratonando a série #NossoPlaneta, disponível na Netflix, ou acessando o material educativo criado a partir da série.

A Hora do Planeta se concentrou na crise climática e, mais recentemente, esforçou-se para mostrar impactos com a perda da natureza.

Com edição digital por conta do coronavírus, Capital adere à Hora do Planeta neste sábado
Mais notícias