Com drone, PMA flagra desmatamento ilegal para plantio de pastagem em MS

Homem foi multado em mais de R$ 29 mil

Utilizando um drone, a ( Ambiental) de São Gabriel do Oeste conseguiu localizar uma área desmatada para plantio de pastagem no município de Camapuã, a 135 quilômetros de Campo Grande. O homem que cometeu o crime ambiental foi multado em mais de R$ 29 mil.

Durante fiscalização nesta terça-feira (30), a verificou que o desmatamento de 3,5 hectares da área protegida de reserva legal, atingiu também uma área de 12,49 hectares fora de proteção especial no município de Camapuã. O desmatamento teria ocorrido entre janeiro de 2016 e setembro de 2017.

O levantamento foi feito por imagem de satélites, sendo constatada que a área já estava com plantio de pastagem. Foi utilizado drone para caracterização da área desmatada e aparelho de GPS para localização e aferição. Também foi verificado que parte da madeira proveniente da vegetação desmatada ilegalmente encontrava-se em meio à pastagem. As atividades foram interditadas.

O infrator de 39 anos, residente em Campo Grande, foi autuado administrativamente e multado em R$ 29,9 mil, multa agravada pela área ser protegida por lei. Ele também responderá por crime ambiental com pena de um a três anos de detenção. O homem foi notificado a apresentar um Prada (Plano de Recuperação da Área Degradada e Alterada) junto ao órgão ambiental estadual.

Com drone, PMA flagra desmatamento ilegal para plantio de pastagem em MS
Mais notícias