Com capacidade ampliada, SES faz apelo para que municípios voltem a testar mais para coronavírus

Segundo a secretaria, número de amostras biológicas enviadas ao Lacen-MS diminuiu, mesmo sem decréscimo de casos de Covid-19 em MS

O titula da SES (Secretaria de Estado de Saúde), , fez apelo a secretários municipais de saúde em MS para que voltem a fazer testagens em massa para . De acordo com Resende, o número de amostras biológicas que chegam ao (Laboratório Central de MS) tem sido baixo, principalmente comparado à capacidade de processamento em MS.

“Há pouca coleta de exames pelos municípios ou a procura é muito pequena, inclusive nos drive-thrus. Isso mostraria que temos um decréscimo da em MS, o que não é verdade. Por isso, faço aqui esse apelo para que as secretarias municipais de saúde possam de fato orientar a todos para que procurem a realização de exames, inclusive os testes-rápidos”, revelou.

Vale lembrar quem, na última sexta-feira (11), a SES revelou que todos os drive-thrus de MS estavam com vagas ociosas para testagens e fez apelo para que pessoas com sintomas ou que tiveram contato com casos confirmados marcassem atendimento.

“Quanto mais coletarem, melhor diagnóstico teremos para que as vigilâncias façam o monitoramento e rastreamento, o que vai evitar aumento da taxa de contágio. Temos todos os insumos e materiais para fazer coleta e temos capacidade de entregar os resultados em até 72 horas”, detalhou Resende.

Capacidade ampliada

O secretário pontuou que, nos próximos dias, fará detalhamento sobre o funcionamento da análise de amostras biológicas de exames de , a partir da aquisição de duas novas máquinas, que permitiram o processamento de 1.800 exames por dia, tornando MS autossuficiente na análises e com capacidade de entregar os exames no prazo máximo de 3 dias.

“Temos, atualmente, 1.217 amostras em análise. É um número muito pequeno, é menos de 1% do total de , porque temos conseguido perseguir aquele objetivo de fornecer resultado em até 72 horas. A maioria fica pronto em 24 horas”, destacou Resende.

O secretário também fez apelo para que as secretarias, mais uma vez, realizem mutirões para encerramento de casos nos sistemas – atualmente, há 3.352 casos que já têm resultados de exames, mas cujos resultados precisam ser inseridos nas bases de dados.

Quase 61 mil casos confirmados

 já soma 60.963 casos confirmados de , com 666 registros nesta quarta-feira (16), conforme o boletim epidemiológico do novo coronavírus, apresentado diariamente pela SES (Secretaria de Estado de Saúde).

Com bases nos números, a média móvel no Estado foi calculada em 802,57 casos por dia, nos últimos 7 dias. O boletim traz que nas últimas 24 horas foram registrados 16 óbitos, elevando o total de vítimas fatais em  para 1.122 e a média móvel em 16,43 óbitos por dia, nos últimos 7 dias, além de taxa de letalidade de 1,8%. Dos 16 óbitos, 8 foram em Campo Grande e 2 em Ladário, dentre outros.

Com capacidade ampliada, SES faz apelo para que municípios voltem a testar mais para coronavírus
Mais notícias