Com aumento de casos de coronavírus, hospitais particulares suspendem cirurgias eletivas

Procura por atendimento aumentou em até 500% no último mês

O aumento dos casos de pacientes com coronavírus tem chamado a atenção nos últimos dias e dois dos principais hospitais particulares de Campo Grande decidiram suspender a realização de cirurgias eletivas. Os hospitais relatam um aumento da procura por atendimento de até 500%.

A (Caixa de Assistência dos Servidores do Estado de ) informa que no final de outubro a média móvel estava em 33 atendimentos, no Hospital de Urgências Respiratórias. Agora, no fim de novembro, a média móvel está em 180 atendimentos, ou seja, um aumento de cerca de 500% na média móvel de atendimentos no Hospital de Urgências Respiratórias.

Segundo a , a taxa de ocupação de leitos críticos está em 80%. Já a taxa de ocupação dos leitos de (Unidade de Terapia Intensiva) não-Covid e de leitos de Covid Pediátrica é de 100%. 

Diante do aumento dos casos de coronavírus, a informa que precisou suspender procedimentos cirúrgicos eletivos na unidade hospitalar. Com isso, foi mantido apenas o atendimento dos casos de emergência (cirurgias que precisam ser realizadas em até UMA hora) e urgência (cirurgias que precisam ser realizadas no prazo de 24 horas). 

“Essa medida leva em consideração diversos fatores como: características individuais de cada paciente e sua doença; questões de segurança quanto a transmissão/infecção, tanto para os pacientes quanto para os profissionais de saúde, preservação dos leitos hospitalares e de , além de equipamentos de proteção individual (EPI) e disponibilização de estrutura para assistência em saúde de pacientes suspeitos ou confirmados , diante da incidência do atual pico de contaminação apresentado pela pandemia”.

Diante do aumento significativo no número de atendimentos de casos relacionados à , o Hospital Unimed Campo Grande, também decidiu suspender temporariamente as cirurgias eletivas.   

“A singular segue ainda fazendo um alerta à população para que continue com as medidas de segurança para evitar a contaminação, mantendo o distanciamento social, a higiene adequada das mãos e o uso de máscaras ao sair de casa”, diz.

Com aumento de casos de coronavírus, hospitais particulares suspendem cirurgias eletivas
Mais notícias