Chuva acaba com quase todos os focos de queimadas no Pantanal, diz Ibama

Corpo de Bombeiros combatia apenas um registro na manhã desta segunda-feira (26).

As chuvas que atingiram o durante o fim de semana e nesta segunda-feira (26) ajudaram a dar fim na maior parte dos focos de queimadas que devastavam o bioma pantaneiro de Mato Grosso do Sul.

Conforme o Corpo de Bombeiros, pela manhã, a equipe combatia penas um registro no Parque Estadual de Rio Negro, entre Aquidauana e Corumbá, com efetivo de poucos militares.

De acordo com o analista ambiental Alexandre Pereira os brigadistas do / (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis), ainda trabalham no monitoramento e vigilância de áreas, porém, a chuva pode dar um ‘descanso’ a equipe.

“Está chovendo em Corumbá, mas a rotina da brigada é realizar rondas preventivas nas áreas incendiadas”, explicou.

Com a chegada dos temporais e redução na quantidade de incêndios, parte das equipes foram desmobilizadas e os militares retornaram as bases. No sábado (24), o efetivo vindo de Santa Catarina, Paraná e distrito Federal receberam uma homenagem por somar o combate.

Conforme o CRMV-MS (Conselho Regional de Medicina Veterinária), alimentos em locais estratégicos estão sendo deixados em regiões pantaneiras para ajudar animais que estavam fugindo das queimadas. O transporte é feito com apoio da Força Aérea Brasileira e voluntários.

Nesta semana a distribuição de verduras, legumes e carnes foram deixadas em cinco locais diferentes do Parque das Nascentes do Taquari, em Alcinólois e na Serra do Amolar, em Corumbá.

Chuva acaba com quase todos os focos de queimadas no Pantanal, diz Ibama
Mais notícias