Cheio de entulhos e galhos, Rio Miranda assusta moradores e bloqueia fluxo fluvial

O rio ficou coberto por lixo, que podem ser de desmatamentos

Neste final de semana o Rio Miranda perdeu a paisagem natural e ficou coberto por madeiras, entulhos e a água estava repleta de barro. O acontecimento repentino assustou moradores do município e interrompeu o fluxo fluvial do trecho.

A situação afeta diretamente a comunidade de Miranda, pois muitas famílias que vivem às margens do rio são afetadas em sua fonte de subsistência. Segundo especialistas, a degradação do rio pode ter sido causada pelos desmatamentos nas regiões de Bonito, Bodoquena, Nioaque e outras localidades próximas.

Um dos moradores de Miranda conversou com a Gazeta do Pantal e questionou a falta de fiscalização do governo em relação aos desmatamentos. “Até quando vamos assistir a inoperância do Estado e a irresponsabilidade daqueles que só visam o lucro? Enquanto isso o Governador pesca na Argentina”.

Segundo o jornal local, a prefeitura do município mobilizou uma equipe para realizar a limpeza do rio e liberar o tráfego fluvial da região. Em novembro do ano passado, o Imasul (Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul) realizou a campanha Rio Miranda Limpo 2019, que retirou cerca de 6 toneladas de lixo da água e das beiras do rio.

Mais notícias