Infectados ao tratar idosa que morreu por coronavírus estão isolados, diz Cassems

Idosa havia viajado para a Bélgica quando na volta ao Brasil apresentou os sintomas de coronavírus

Depois da morte da idosa de 64 anos, Eleuzi Nascimento, em um hospital da Cassems de Dourados, nesta terça-feira (31), foi informado através da assessoria do hospital, que os médicos e enfermeiros que trataram da paciente e testaram positivo para o Covid-19 estão em isolamento seguindo todas as recomendações de saúde públicas determinadas.

Segundo a nota, os três profissionais da saúde que testaram positivo para o coronavírus estão assintomáticos e em quarentena, e que todos seus colaboradores estão protegidos com equipamentos de segurança indicados pelos órgãos competentes e que recebem toda a assistência em caso de doença.

Sobre o caso da idosa, a assessoria afirmou que no dia 16 de março Eleuzi deu entrada no hospital de Nova Andradina com doença crônica respiratória, onde todos os procedimentos e protocolos foram seguido conforme a OMS (Organização Mundial da Saúde). Já no dia 17 de março foi recebido pelo hospital devolutiva da Vigilância Epidemiológica de que o caso não preenchia os critérios de notificação vigentes.

A paciente ficou internada até o dia 23 de março quando recebeu alta sendo que no dia 24 voltou ao hospital e no dia 25 de março do transferida para o hospital de Dourados com o agravamento do seu quadro de saúde. Eleuzi acabou morrendo nesta terça-feira (31).

Coronavírus

Até esta segunda-feira (30), segundo a SES, eram 44 casos confirmados de Covid-19 em Mato Grosso do Sul. Ao todo, até ontem, o estado tinha 524 notificações da doença e outros 51 casos sob investigação.

Dos oito novos casos em MS, 7 são em Campo Grande: duas pessoas contraíram a doença em São Paulo e uma pessoa contraiu no Rio de Janeiro. Outros 4 campo-grandenses tiveram contato direto com pessoas já infectados pelo vírus. Em Batayporã, o terceiro caso foi confirmado em uma mulher, de 30 anos que teve contato com uma pessoa infectada.

As cidades de Anastácio, Caarapó, Camapuã, Dois Irmãos de Buriti, Fátima do Sul, Naviraí possuem um caso suspeito. Bataguassu e Rio Verde de Mato Grosso com 2. Aquidauana e Ponta Porã somam 3 casos cada, Nova Andradina e Três Lagoas com 4 em investigação. Dourados possui 6 suspeitas e Campo Grande lidera as estatísticas com 21 suspeitas.

Infectados ao tratar idosa que morreu por coronavírus estão isolados, diz Cassems
Mais notícias