Cotidiano

Cartão-postal da Capital, Lagoa Itatiaia vai ganhar 3 decks e área de convivência

A Prefeitura de Campo Grande anunciou nesta segunda-feira (11) projeto que visa a urbanizar, mantendo o foco na preservação ambiental, os arredores da Lagoa Itatiaia, cartão-postal da cidade localizado na região do Tiradentes. Esta promete ser a primeira grande intervenção na região que, desde 1995, é considerada de interesse ambiental e atualmente é um local […]

Humberto Marques Publicado em 11/05/2020, às 16h19 - Atualizado às 16h27

Proposta visa a proteger mata nativa a partir da construção de decks. (Foto: Denilson Secreta/PMCG/Divulgação)
Proposta visa a proteger mata nativa a partir da construção de decks. (Foto: Denilson Secreta/PMCG/Divulgação) - Proposta visa a proteger mata nativa a partir da construção de decks. (Foto: Denilson Secreta/PMCG/Divulgação)

A Prefeitura de Campo Grande anunciou nesta segunda-feira (11) projeto que visa a urbanizar, mantendo o foco na preservação ambiental, os arredores da Lagoa Itatiaia, cartão-postal da cidade localizado na região do Tiradentes. Esta promete ser a primeira grande intervenção na região que, desde 1995, é considerada de interesse ambiental e atualmente é um local de visitação constante da população.

O investimento previsto é da ordem de R$ 834 mil, advindo de emenda impositiva do deputado federal Fábio Trad (PSD) e que, conforme a assessoria do Paço Municipal, deve em breve ser empenhada pelo Ministério da Cidadania.

O arquiteto Marcelo Silva, da Sisep (Secretaria Municipal de Infraestrutura e Serviços Públicos) elaborou o projeto de revitalização que, garante não terá impacto ambiental. “Pelo contrário: com a construção de três decks, preservaram as matas ciliares porque não haverá mais pisoteio dos visitantes, que poderão se aproximar da lagoa pela passarela da estrutura de madeira”, afirmou.

Um dos decks, explicou ele, foi planejado para a edição dos Jogos Radicais Urbanos, que haviam sido programados para o espaço em outubro. Além dessa passarela, o projeto inclui o calçamento de 62 mil metros quadrados de trilhas com piso intertravado, facilitando o acesso à academia da 3ª idade e a pista de caminhada, de 1.360 metros.

A Lagoa Itatiaia deve ganhar, ainda, uma área de convivência com playground e fontes interativas, além de um palco para performances artísticas e aulas de Educação Ambiental –o espaço deve ser pequeno, composto por bancos rústicos. O projeto também inclui uma nova estação de ginástica, 12 mesas de jogos, reforço da iluminação e contêiner com banheiro e sala de administração. Após o recurso ser liberado, a obra de ser alvo de licitação para, finalmente, ser encaminhada –não havendo prazo exato para tanto.

A Lagoa Itatiaia ocupa uma depressão natural do relevo da região do Tiradentes, onde nascentes foram soterradas com o loteamento da região na década de 1980. Atualmente, é abastecida no período de chuvas, com cheias e vazantes, contando com lâmina d’água de aproximadamente um metro de profundidade. Ao longo de 9 hectares, concentra 221 espécies vegetais (65 delas nativas) e fauna formada por peixes, insetos, moluscos e aves.

Jornal Midiamax