Cansada de furtos, associação dá recado para ladrões: ‘ligue antes’

Ladrões já furtaram TV, computadores, celulares e até drone da associação beneficente

Após se cansar dos diversos furtos que vinha sofrendo nos últimos tempos, a AOMS (Associação dos Ostomizados de Mato Grosso do Sul) instalou uma faixa em frente ao prédio da associação, localizada no bairro Vilas Boas, em Campo Grande, pedindo que os ladrões ao menos ‘liguem antes de cometer o crime’.

Conforme a vice-presidente da AOMS, Lana Flores da Costa, de 58 anos, desde que a sede da associação começou a ser construída, em 2015, o ‘pesadelo’ com os furtos começaram. “Levaram tijolos, motor de betoneira, materiais. Naquela época chegamos a colocar uma faixa também e neste ano, eles voltaram a agir”, disse.

Em abril, os bandidos, cuidadosos, destravaram a segurança e entraram no prédio. O prejuízo foi incalculável pois foram furtados computadores, uma TV de 60 polegadas, celulares e um drone.

Cansada de furtos, associação dá recado para ladrões: 'ligue antes'
da associação, Lana Flores | Foto: Leonardo de França

Lana explica que os ladrões voltaram novamente e furtaram 150 celulares, 10 caixas de perfumes e um alto-falante. Novamente, não arrombando nenhum cadeado, somente destravando o sistema de segurança.

Audaciosos, os ladrões, conta a vice-presidente, levaram o que puderam e, o que não conseguiram levar, deixaram organizado tudo em cima da mesa, já ‘no jeito’ para ser levado.

“Nesse meio tempo, eu fui na associação e vi que tudo estava aberto. Pensei que tivesse sido algum funcionário que esqueceu aberto, mas quando entrei, vi vários objetos que haviam separado para furtar e certamente voltariam para buscar”, contou.

A tentativa de furto mais recente aconteceu na quinta-feira (22). Quatro bandidos tentaram entrar novamente, mas desta vez, a associação já tinha reforçado a segurança e devido ao alarme que disparou, os suspeitos desistiram o crime e fugiram.

Por isso, decidiram instalar a faixa pedindo que ‘avisem’ antes de cometer o furto. “Queremos sensibilizar o , porque somos uma instituição de caridade, vivemos de doações e com o que conseguimos no . É um sentimento de insegurança”, disse Lana. Oito boletins de ocorrência já foram registrados na delegacia.

A associação fica localizada na Avenida Gabriel del Pino, 1065, Bairro Vilas Boas. O de angariação de fundos para o apoio e defesa de pessoas ostomizadas acontece de segunda a sexta-feira, das 7h às 14h. O conta com brinquedos, roupas, calçados e até eletrônicos.

Cansada de furtos, associação dá recado para ladrões: 'ligue antes'
Mais notícias