Campo Grande terá blitz de barreira sanitária para fazer testes e vistorias

Após manter barreira por 48h, modelo adotado pela administração sofre alteração

A Prefeitura de Campo Grande vai adotar a blitz para realizar as barreiras sanitárias pela cidade, informou o prefeito Marquinhos Trad (PSD) nesta quinta-feira (28), após manter a barreira fixa por 48h na cidade. O modelo será usado para vistoriar veículos e realizar testes em motoristas.

De acordo com o prefeito, foram parados 9247 veículos e mais de 16 mil pessoas orientadas sobre o novo coronavírus na cidade. Do total, 28 afirmaram estar com sintomas da doença, realizaram teste rápido, mas nenhuma confirmou a suspeita para Covid-19.

“As barreiras vão continuar na modalidade de blitz. Vamos avisar somente a imprensa horas antes e realizar as orientações e testes de forma rotativa”, disse.

A ação é realizada em parceria com o Governo do Estado, que já mantém 17 barreiras sanitárias nas divisas e fronteiras do Estado, bem como no Aeroporto Internacional de Campo Grande. Ao passar por uma barreira, o condutor receberá um adesivo indicando que foi liberado para trafegar.

Campo Grande terá blitz de barreira sanitária para fazer testes e vistorias
Mais notícias