Câmara de Dourados também recebe cruzes que lembram vítimas do coronavírus

Além do Legislativo, outro local escolhido pelo Movimento pela Vida foi a Paróquia Nossa Senhora de Fátima

O Movimento pela Vida, que na última sexta-feira (26) colocou cruzes em frente à prefeitura para lembrar os mortos pelo coronavírus em Dourados, ampliou o protesto para a Câmara Municipal de Vereadores e também a frente da Paróquia Nossa Senhora de Fátima, que teve alguns fiéis vitimados pela doença.

Segundo a advogada Helena Izidoro de Souza essa foi a forma que o Movimento, criado em outubro do ano passado por ela e pela também advogada e amiga Shirley Manzeppe   e atualmente  conta com 50 voluntários  encontrou para “dar um conforto às famílias das vítimas da pandemia e também chamar a atenção das autoridades para o surto do coronavírus em Dourados.

“Desde o ano passado temos acompanhando a situação da saúde em Dourados e principalmente do Hospital da Vida que às vezes não alimentação para os pacientes”, disse Helena, ressaltando que está faltando mais empenho tanto Executivo quanto do Legislativo  em relação problemas do setor na cidade.

A advogada contou ao Jornal Midiamax que Movimento pela Vida surgiu depois de uma visita de pesquisadores da Fiocruz (Fundação Osvaldo Cruz). “Situação do Hospital da Vida é muita e precisa ser resolvida. Tudo que está acontecendo é reflexo do abandono e que nesse momento se torna ainda mais evidente diante de uma doença terrível como esta”, relata Helena.

Câmara de Dourados também recebe cruzes que lembram vítimas do coronavírus
Mais notícias