Cotidiano

Paraguai expulsa brasileira que atravessou barreira sanitária na fronteira com MS

Uma jovem de 20 anos, que se identificou como estudante de medicina, mas que não tinha documento de comprovação,  foi expulsa de Pedro Juan Caballero. Ela é natural de Santana, no Amapá e tentava voltar para Assunção. No depoimento à policia paraguaia a jovem relatou que no inicio da quarentena deixou o país e foi […]

Marcos Morandi Publicado em 12/05/2020, às 09h18 - Atualizado às 13h17

Paraguai mantém medidas e intensifica ações na fronteira.(Gilberto Diaz)
Paraguai mantém medidas e intensifica ações na fronteira.(Gilberto Diaz) - Paraguai mantém medidas e intensifica ações na fronteira.(Gilberto Diaz)

Uma jovem de 20 anos, que se identificou como estudante de medicina, mas que não tinha documento de comprovação,  foi expulsa de Pedro Juan Caballero. Ela é natural de Santana, no Amapá e tentava voltar para Assunção.

No depoimento à policia paraguaia a jovem relatou que no inicio da quarentena deixou o país e foi passar uns dias com a família. Depois de ser levada para a delegacia, as autoridades sanitárias foram acionadas e, com o aval do Ministério Público, decidiram pela expulsão da estudante.

O diretor da Décima Terceira Região Sanitária, Nelson Collar, que no domingo também tomou medidas que acabou resultando na prisão do prefeito de Pedro Juan Caballero, disse que a expulsão durante a pandemia é um procedimento normal. “Sabemos que no Brasil algumas pessoas não estão tomando os cuidados necessários e mantê-la aqui é muito arriscado”, disse.

Jornal Midiamax