Mergulhadores de Campo Grande reforçam buscas por bebê de 2 anos que caiu no Rio Paraguai

Bombeiros combatiam queimadas, quando ribeirinhos pediram ajuda após criança cair

O continua nesta segunda-feira (28) com as buscas a uma criança de dois anos, que desapareceu nas águas do rio Paraguai, no último sábado (26). Os bombeiros faziam o combate às queimadas, quando os ribeirinhos pediram socorro. A criança é moradora da comunidade da Barra do São Lourenço, em Corumbá, a 444 quilômetros de Campo Grande.

O comandante do CPA (Centro de Proteção Ambiental) do , tenente-coronel Waldemir Moreira, informou que mais militares de Campo Grande foram até a região para ajudar. “Como lá os mergulhadores também estão empenhados nas queimadas, mais uma equipe de mergulhadores de Campo Grande, seguiram para tentar localizar a criança”, explicou o coronel.

De acordo com o , uma equipe realizava o combate a um incêndio que ocorria na região quando foi acionada por ribeirinhos que relatavam o desaparecimento de uma criança de 2 anos. No local, os militares foram informados que a criança teria caído ou descido do barranco às margens do rio . A partir daí, as buscas começaram.

Mergulhadores de Campo Grande reforçam buscas por bebê de 2 anos que caiu no Rio Paraguai
Mais notícias