Drama dos R$ 600: Beneficiários reclamam de auxílio negado após conflito em cadastro

Com dados antigos ou incoerentes, usuários relatam falhas em sistema da Governo Federal

Beneficiários estão reclamando de ter o auxílio emergencial negado após conflitos de dados no cadastro. Usuários relatam, nesta segunda-feira (28), que a solicitação foi cancelada na 2° parcela, porém, os dados não são atualizados conforme foram registrados. Cerca de 36,9 milhões de brasileiros considerados inelegíveis, segunda a Dataprev (Empresa de Tecnologia e Informações da Previdência).

 

Drama dos R$ 600: Beneficiários reclamam de auxílio negado após conflito em cadastro
(Foto: Leitor Midiamax)

Uma das usuárias, que preferiu não se identificar, relata que os não conseguiu a aprovação por constar que está ativa como pensionista, mesmo não trabalhando como servidora pública. “Estou desempregada há mais de 2 anos. Sou estudante. O auxílio foi cancelado, sendo que eu nunca fui funcionária pública. Já tentei falar pelos telefones 121, 111 e 0800 da Caixa Cidadão, não sabem informar. Nós não sabemos mais a quem recorrer”, lamenta.

Outro morador de Campo Grande que também teve auxílio negado, reclama da falha no sistema. “Fui consultar o aplicativo da Caixa. Estão utilizando dados antigos, no meu caso, de 9 anos trás. O Cadastro Único está atualizado, ou seja, está havendo conflito de informações nos sistemas ou usando dados antigos. Isso aconteceu comigo e mais 4 amigos, que também foram militares a mais de 5 anos”, disse.

A assessoria de comunicação da Caixa informou que é apenas responsável por creditar o valor aos aprovados. Em nota a Dataprev disse que recebe as solicitações do banco e cruza com as bases oficiais do Governo Federal de acordo com a legislação. Processados, os dados seguem para o Ministério da Cidadania para serem homologado, e voltam para a empresa para que sejam transmitidos à Caixa para fazer o pagamento.

Ainda segundo a empresa tecnológica, foram recebidos 8,6 milhões de requerimentos, sendo que 3,5 milhões tiveram cadastro considerado inconclusivos em abril. Já os cadastros do mês de maio ainda estão sendo processados para levantamento.

Já a assessoria de comunicação da Cidadania explicou que para o público que fez o requerimento por meio do aplicativo ou Site da Caixa, caso o resultado de sua solicitação seja “Dados Inconclusivos”, será necessário que o requerente faça uma nova solicitação, com novo preenchimentos dos dados solicitados. Se a solicitação tenha como resultado “Auxílio Emergencial não aprovado”, será apresentado o motivo do indeferimento.

Se o motivo do indeferimento for relacionado à emprego ou renda, como essas situações podem ter se alterado, o(a) senhor(a) terá duas opções: Realizar nova solicitação, caso entenda que foi informado algum dado errado na primeira solicitação; ou contestar o resultado, caso entenda que informou os dados corretamente e não concorda com o motivo da não aprovação.

Essas opções estão disponíveis no aplicativo CAIXA – Auxílio Emergencial ou pelo site, clique aqui para acessar.

Drama dos R$ 600: Beneficiários reclamam de auxílio negado após conflito em cadastro
Mais notícias