Mais um bebê ‘gigante’ nasce em Campo Grande: 6 quilos

A mãe foi diagnosticada com diabetes gestacional e a equipe pediátrica realiza exames no bebê

A registrou na semana passada o nascimento do 2° bebê ‘gigante”, em Campo Grande. Gabriel Henrique nasceu pesando 6 quilos. A mãe foi diagnosticada com gestacional e o passou por exames para comprovar o estado de saúde.

Segundo o hospital, o bebê está entre os maiores já nascidos na maternidade da Santa Casa. A mãe disse à equipe médica que não recebeu orientações sobre durante o pré-natal.

De acordo com supervisor da Ginecologia e Obstetrícia da Santa Casa, William Leite Lemos Junior, a falta de informações pode agregar grandes riscos as mães e bebês. Caso Joycelaine de Oliveira Vallejo,24, tivesse entrado em trabalho de parto antes de chegar a unidade poderia sofrer emergência obstétrica.

“Especialmente os filhos de mãe diabética, são assimétricos, ou seja, o corpo do bebê cresce muito mais do que a cabeça. Existe um risco gravíssimo desses bebês que chama Distócia de Ombro, quando a cabeça do bebê encaixa, mas o ombro dele se prende por trás do osso da bacia da mãe. Nessa situação, não é possível realizar o parto normal, tendo que se recorrer à manobras graves que podem trazer sequelas para o bebê para que o parto aconteça”, explicou.

Nas primeiras horas de vida, Gabriel passou por vários exames necessários como fototerapia, um tratamento profilático, pois apresentava um aumento no volume de sangue no organismo que poderia desencadear a icterícia.  O bebê está recebendo complemento de leite humano enquanto tem se alimentado com o colostro materno.

Mais um bebê 'gigante' nasce em Campo Grande: 6 quilos
Mais notícias