Assassinado há 13 anos, Dudu será nome de praça em Campo Grande

Luiz Eduardo Martins Gonçalves, o Dudu, foi assassinado em 2007 quando tinha 10 anos

Uma praça o Jardim das Hortênsias foi batizada com o nome de Luiz Eduardo Martins Gonçalves, o Dudu, assassinado há 13 anos, quando tinha apenas 10 anos de idade. O crime aconteceu em 2007 e só foi solucionado em 2009.

A praça fica localizada no bairro onde o menino viveu. De acordo com o decreto da Prefeitura Municipal, a área de e recreação fica localizada entre a Avenida Arquiteto Vilanova Artigas, Rua Prímula, Rua Gerbera e Rua Caládio no bairro. A lei está publicada no (Diário Oficial de Campo Grande) desta quinta-feira (26).

O caso de Dudu foi um dos mais chocantes na Capital. Ele sumiu de sua casa, no Jardim das Hortências, onde morava com irmãos e o pai, o vendedor de salgados, Roberto Gonçalves. Desde o início Bispo Gonçalves foi apontado como principal responsável pelo crime.

Sem pistas do paradeiro da criança, o caso só voltou à tona depois que um adolescente comentou na (Unidade Educacional de Internação), que havia participado do crime e levou a polícia até o local onde o corpo foi enterrado.

Ainda conforme inquérito, cada envolvido teria recebido o valor de R$ 100, pagos por Aparecidos. A cena do espancamento teria sido vista por uma das vizinhas, que só contou a verdade quando a Polícia já havia esclarecido. Segundo ela, Cido a ameaçava.

O autor matou e esquartejou Dudu na época para vingar-se da mãe da criança. O garoto teve o corpo esquartejado em 700 pedaços.

Assassinado há 13 anos, Dudu será nome de praça em Campo Grande
Mais notícias