Bandeirantes decreta emergência após vento de 87 km/h destelhar casas

Equipes da Defesa Civil ainda estão nas ruas fazendo o levantamento dos estragos

A prefeitura de Bandeirantes, cidade a 70 km de Campo Grande, deve decretar ainda nesta quinta-feira (26) situação de emergência. Na tarde de ontem (25), chuva com rajadas de vento que chegaram a 87 km/h destelharam cerca de 50 casas e derrubaram muros e árvores.

Conforme o coordenador da do município, Renan Campos Nunes, as equipes da prefeitura já prestaram o primeiro atendimento às famílias mais atingidas. “Já foram distribuídas lonas a quem teve casa destelhada e a Assistência Social já está fazendo levantamento de quem precisa de comida e cobertor”, explicou.

Ainda conforme o coordenador, a ainda está percorrendo as ruas da cidade para levantar todos os estragos causados pela ventania. “Mas, sabemos que em torno de 40 a 50 casas tiveram alguma avaria. Ninguém precisou ser evacuado”, pontuou.

e destruição

Por volta das 16h20 dessa quarta-feira, chuva com os fortes ventos duraram aproximadamente 10 minutos e causou muitos estragos na cidade. Além de destelhar cerca de 50 casas, a ventania derrubou muros, árvores e arrancou o telhado de um galpão.

De acordo com a especialista em meteorologia do (Centro de Monitoramento do Tempo e do Clima), Franciane Rodrigues, nas redondezas do município, especialmente na parte norte sobre a houve núcleos de chuva forte, isso pode ter contribuído para ventos mais expressivos na parte urbana.

Então, como a estação no município está inoperante, a especialista estima que pode ter ocorrido ventos entre 75 a 87 quilômetros por hora, que é classificado como ventania fortíssima. “Essa intensidade de vento arranca telhas, causa danos nas habitações, assim como é capaz de derrubar chaminés feitas de barro”, disse.

Bandeirantes decreta emergência após vento de 87 km/h destelhar casas
Mais notícias