Após ter caminhão destruído ao invadir padaria, homem consegue R$ 40 mil de ajuda em MS

Vaquinha virtual foi feita para ajudar o trabalhador

O caminhoneiro que teve o veículo destruído após invadir um estabelecimento em Ribas do Rio Pardo, a 267 quilômetros de Campo Grande, já conseguiu R$ 40 mil de ajuda, para arcar com as despesas que teve com o acidente, além de ter R$ 3,5 mil furtado no dia.

Na última quinta-feira, Osvaldo Moura dos Santos, 34 anos saiu de Bandeirantes com o caminhão carregado de soja com destino a Três Lagoas. Por volta das 8 horas da manhã parou em Ribas do Rio Pardo em frente de uma auto peças. Deixou o caminhão ligado enquanto pegava algumas peças. De repente, se assustou, pensou que o Mercedes Benz 1999 tivesse sido roubado porque saiu do seu campo de visão enquanto era atendido na auto peças.

Ele saiu correndo e percebeu que o caminhão havia descido (o terreno é íngreme), embalou e danificou o que havia pela frente: destruiu o padrão de energia e parte da fachada do prédio onde funciona um escritório dedicado a venda de gado, passou por cima da motocicleta de um funcionário e só parou quando invadiu e praticamente destruiu a ao lado. Felizmente ninguém ficou ferido.

A cabine do caminhão praticamente teve perda total. No meio do tumulto, o homem ainda teve furtados os R$ 3.500,00 que levantou para pagar mais uma parcela da dívida de R$ 15 mil que contraiu na oficina onde recentemente consertou o câmbio do caminhão.

Em compensação foi lançada uma vaquinha virtual para o ajudar a pagar os prejuízos. A iniciativa foi de um dos funcionários do hospital para onde foi levado embora não tivesse sofrido nenhum ferimento, mas como era natural pelas circunstâncias. Já recebeu mais de R$ 40 mil em doações. Conseguiu garantir o guincho para trazer o caminhão até a oficina do seu irmão em Sidrolândia e que a carga de soja chegasse a Três Lagoas.

Osvaldo ainda não tem ideia do quanto vai precisar desembolsar para pagar os estragos na , no escritório e dar uma motocicleta nova ao funcionário, conforme divulgou o Região News. A cabine do caminhão vai custar R$ 20 mil e Osvaldo precisa pagar a prestação de R$ 1.650,00 referente ao financiamento do Mercedes comprado há 3 anos e conta da oficina referente ao conserto do câmbio.

Após ter caminhão destruído ao invadir padaria, homem consegue R$ 40 mil de ajuda em MS
Mais notícias