Após temporal na segunda, cinco bairros ainda registram falta de energia em Campo Grande

Energisa afirma que empresa já trabalha para restabelecer fornecimento

Após o temporal que caiu em Campo Grande nesta segunda-feira (26), cinco bairros ainda tem ocorrência de elétrica. Conforme a , empresa concessionária de energia em , as equipes já estão trabalhando para restabelecer o fornecimento do serviço.

Ainda, de acordo com a empresa, as equipes estão analisando as causas das interrupções, à princípio pela interferência de árvores e galhos em contato com a rede elétrica. Nesta terça-feira (27), os bairros com maior número de ocorrências são: Jardim Los Angeles, São Francisco, Universitário, Vila Nova Campo Grande e .

“A esclarece que a chuva desta segunda-feira na Capital veio acompanhada de ventos fortes e descargas atmosféricas, mas que a interrupção do fornecimento de energia aconteceu em pontos isolados da cidade”, disse a empresa em nota.

Transtornos

A chuva causou estragos em Campo Grande, também no interior de , nesta segunda-feira (26). Só ontem, outros cinco bairros ficaram sem energia elétrica na Capital, o que foi normalizado ainda durante a noite, segundo a .

Uma árvore caiu na Rua Marquês de Olinda, em frente a UBSF (Unidade Básica de Saúde da Família) do , na Capital, e atingiu um veículo, além de obstruir a via. O Voyage ficou destruído com a queda.

A queda de outra árvore também destruiu parcialmente um muro, aos fundos de um posto de combustível, entre a avenida Três Barras com a José Nogueira Vieira. Com a queda parte do muro foi danificado, a cerca elétrica arrebentou, e a entrada de uma empresa que loca de empilhadeiras, que faz divisa com o posto, foi obstruída.

Em Dourados, a 225 quilômetros de Campo Grande, cerca de 36 bairros foram atingidos com a interrupção da energia. Também houve diversas ocorrências de queda de árvores e carros atingidos. A prefeita Délia Razuk (sem partido) decretou situação de emergência.

 

Após temporal na segunda, cinco bairros ainda registram falta de energia em Campo Grande
Mais notícias