Após ser acusada por racismo na internet, Miss Trans MS perde o título

A organização do concurso fez o anúncio na segunda-feira (26)

Após ter se envolvido em polêmica, Miss Trans Mato Grosso do Sul, Mariane Caceres, perdeu seu título. A organização do concurso fez o anúncio na segunda-feira (26), após a titular ser apontada como racista em um vídeo publicado no próprio perfil do .

A polêmica aconteceu pela competidora ter ficado inconformada com os resultados do concurso Belez T Brasil. Em vídeo, se referiu a ganhadora como “isso” e a forma como falou ganhou um destaque negativo na internet e ela foi apontada como racista, pelo fato da ganhadora ser negra.

Como Mariane perdeu o título, a nova Trans MS passa a ser Nanda Ferraz, de Corumbá, distante 419 quilômetros de Campo Grande.

Em entrevista ao Jornal Midiamax, Mariane explicou que não quis usar “isso” se referindo a cor da pele ou ao fato de ser negra, só não imaginava que ela seria a vencedora. Disse estar muito arrependida e foi um vídeo feito de cabeça quente.

Além de perder o título de Trans , também foi afastada da política, essa que estava na bancada do candidato a Vereador do ,  Frank da bancada do cidadão.

Após ser acusada por racismo na internet, Miss Trans MS perde o título
Mais notícias