Obras do macroanel e prolongamento no Rita Vieira são retomadas em Campo Grande

A obra aos fundos do vale do Córrego Bálsamo irá contar com 308 caminhões de aterro.

Após quatro anos parada, a divulgou, nesta terça-feira (20), a retomada as obras no fundo do vale do Córrego Bálsamo e conclusão do prolongamento da Avenida Rita Vieira, que liga os bairros do Universitário a Estação Rodoviária ao viário, na altura do Jardim Itamaracá.

O projeto do Parque Linear do Bálsamo foi inaugurado em 2012 e orçado em R$ 5 5,1 milhões. A ligação entre os bairros em torno do terá 6 quilômetros, entre a Avenida Guaicurus, nas proximidades do Museu José Antônio Pereira.

Para que a obra começasse, foi necessário transferir cerca de 116 famílias que viviam em uma favela, em situação de vulnerabilidade e áreas insalubre.

Nesta nova etapa, será concluído o asfaltamento da Avenida dos Novos Estados para facilitar o fluxo de ônibus que chegam e saem da Capital, pelas saídas de Cuiabá e São Paulo, e que terão acesso ao anel rodoviário.

Já o prolongamento da Avenida Rita Vieira, começo do trecho de acesso às Moreninhas, a partir do Jardim Itamaracá, dará mais uma alternativa para os condutores que passam próximo à Avenida Interlagos a atravessar o bairro e chegar ao Universitário pela Rua Victor Meirelles. Atualmente, quem precisa chegar ao bairro vizinho precisa passar pela Rua Professor Hilário da Rocha e atravessar uma área de residencial.

Inicialmente, serão contratados 308 caminhões para levar 6,7 mil metros de aterro, para aumentar o nível dos antigos trilhos do trecho que passam pelo córrego. Ainda nesta fase deve ser concluído os 400 metros que restam na Avenida Três Barras.

Todo planejamento tem parceria entre o Governo do Estado com investimento de R$ 3 milhões para a pavimentação de 3 mil metros, e executado pela Sisep (Secretaria Municipal de Infraestrutura e Serviços Públicos).

A Águas Guariroba irá incrementar com R$ 2,2 milhões no remanejamento para o canteiro central da adutora que hoje está no traçado da segunda pista da avenida. Esta adutora leva para os centros de reserva da água captada no bairro Lajeado, e que caem no manancial às margens do anel rodoviário.

Obras do macroanel e prolongamento no Rita Vieira são retomadas em Campo Grande
Mais notícias