Após perder o marido, pastora também morre devido ao coronavírus em MS

A pastora Rose morreu dois dias após a morte do marido, o também pastor Silvestre Aparecido da Silva, 61 anos. Ambos estavam a frente da Igreja Deus de Israel, em Chapadão do Sul, cidade a 335 quilômetros de Campo Grande. Pastora Rose faleceu nesta sexta-feira (25) e Silvestre faleceu na quarta-feira (23).

A pastora Rose sofreu piora do seu quadro de saúde, no Hospital Municipal de Chapadão do Sul. Ela foi transferida para Campo Grande, onde necessitava de realizar hemodiálise, mas por problemas de pressão arterial não foi possível o procedimento e Rose faleceu por essa e outras complicações, publicou o site Jovem Sul News.

A pastores é a 12ª vítima fatal da Covid-19 município de Chapadão do Sul deverá ser sepultado no cemitério local. Já Silvestre foi a 11ª vítima fatal do coronavírus no município. Ele apresentou os sintomas no dia 17 de setembro e foi internado no dia 19, onde ficou em leito clínico até a última terça-feira, dia 22.

Por apresentar piora no quadro de saúde, Severo foi transferido para leito de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) do Hospital Municipal, onde não resistiu e morreu no início da tarde de quarta. Ele tinha hipertensão arterial e obesidade grau II.

Após perder o marido, pastora também morre devido ao coronavírus em MS
Mais notícias