Após operação, prefeitura de Campo Grande quer retirada de 82 bancas do jogo do bicho

A notificação foi devido as condições das estruturas localizadas em diversos pontos da Capital

Após a operação Black Cat do Garras em Campo Grande, que apreendeu talões de jogo do bicho e fechou bancas, a Prefeitura Municipal de Campo Grande emitiu 82 notificações contra bancas que realizavam os jogos ilícitos.

De acordo com a publicação no Diogrande (Diário Oficial de Campo Grande), o Garras expediu o ofício à (Secretaria Municipal de e Gestão Urbana) e após a constatação das irregularidades, as bancas foram notificadas.

O edital de notificação detalha que os responsáveis pelas bancas têm o prazo de 10 dias para removerem as estruturas dos endereços onde estão instalados. Caso não removam, há o risco de sofrerem novas penalizações. A lista completa dos endereços e referências das bancas podem ser acessadas a partir da página 3 do Diogrande desta quarta-feira (25).

Operação Black Cat

A operação Black Cat que lacrou 60 bancas do bicho em Campo Grande, na 4 fase da , lacrou bancas em todos os cantos da cidade. O jogo do bicho estava sendo negociado por cerca de R$ 60 milhões para om Rio de Janeiro. Nesta manhã de quinta (24), as bancas amanheceram abandonadas.

Informações são de todos que foram levados para a delegacia já foram liberados depois de assinarem um TCO (Termo Circunstanciado de Ocorrência), e nesta quinta (24) outras bancas que não foram lacradas serão alvo da operação do Garras (Delegacia Especializada de Repressão a  a Banco e Resgate a Assaltos e Sequestros) e do .

Outros pontos de venda de jogo do bicho também serão mapeados pela operação. Segundo informações o que for atividade mista, com venda de revista será fiscalizado e poderá ter o alvará cassado. Já em relação ao Cap, o que estiver em acordo com as normas continuará com suas atividades, mas se forem flagrados vendendo jogo do bicho serão lacrados. Cerca de 15 pessoas chegaram a ser levadas para a delegacia.

Após operação, prefeitura de Campo Grande quer retirada de 82 bancas do jogo do bicho
Mais notícias