Após fala de Bolsonaro, denúncias por ligações passam de mil em Campo Grande

Por dia, canais de reclamação da prefeitura recebiam em torno de 270 ligações

Depois do pronunciamento do presidente Jair Bolsonaro na última terça-feira (24) sobre a possibilidade de isolar verticalmente as pessoas durante a pandemia do novo coronavírus, o Covid-19, o prefeito Marquinhos Trad informou que somente nesta quarta-feira (25), os canais de denúncias receberam cerca de 1.100 ligações.

Marquinhos detalhou que por dia, os canais de reclamações e denúncias da prefeitura recebem em torno de 270 ligações, informando o não cumprimento do decreto que proíbe a abertura de estabelecimentos não essenciais em meio a pandemia, como bares e conveniências.

Dessa forma, o prefeito ampliou o toque de recolher na cidade entre quinta, sexta, sábado e domingo, a partir das 20h até às 5h da manhã do dia seguinte. No decreto anterior, a determinação era que as pessoas evitassem as ruas entre às 22h às 5h.

“Não vamos amolecer. Quem desobedecer vai ser levado para a delegacia de polícia. Além de ser flagrado, você vai ter seu alvará suspenso e cassado pela prefeitura. Obedeçam às regras e fiquem em casa”, disse Marquinhos em transmissão na rede social.

Mais notícias