Cotidiano

Após chuva forte em Corumbá, focos de incêndio foram eliminados na região do Pantanal

A chuva forte que caiu sobre a região de Corumbá, na quarta-feira (6), ajudou no combate aos focos de incêndio que atingiam a região do Pantanal que, desde a semana passada, atingiam a região da Apa (Área de Proteção Ambiental) Baía Negra, além do Paraguai Mirim.. Nesta quinta-feira (7) a equipe do Ibama já desmobilizou a […]

Ana Paula Chuva Publicado em 07/05/2020, às 11h01 - Atualizado às 11h08

Divulgação | Corpo de Bombeiros
Divulgação | Corpo de Bombeiros - Divulgação | Corpo de Bombeiros

A chuva forte que caiu sobre a região de Corumbá, na quarta-feira (6), ajudou no combate aos focos de incêndio que atingiam a região do Pantanal que, desde a semana passada, atingiam a região da Apa (Área de Proteção Ambiental) Baía Negra, além do Paraguai Mirim.. Nesta quinta-feira (7) a equipe do Ibama já desmobilizou a operação. Uma fumaça densa chegou a cobrir o céu da área urbana do município deixando o ar irrespirável.

Conforme o superintendente do Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis) no Estado, Luiz Carlos Marchetti, atuavam na região da Serra do Amolar 15 brigadistas do Prevfogo (Centro Nacional de Prevenção e Combate aos Incêndios Florestais).

A equipe estava alojada na base de apoio na Fazenda Jatobazinho, onde a operação foi desmobilizada após a extinção dos focos.

Segundo informações do Corpo de Bombeiros, no local não há mais indícios de incêndio. A chuva ajudou na eliminação dos focos. Agora será feito monitoramento para verificação dos focos de calor e, claro, caso haja solicitação ou novo indício de incêndio a equipe faz o combate.

Sobre a área consumida pelas chamas, Marchetti explicou que os relatórios oficiais só devem sair na próxima semana.

Jornal Midiamax