12 horas após explosão em usina de MS, Bombeiros continuam buscas por funcionário

Militares trabalham e ainda realizam rescaldo para resfriar escombros de tanque.

A equipe do continua realizando as buscas por um funcionário que estaria próximo ao local da explosão do tanque de etanol da usina Passa Tempo, em Rio Brilhante, a 158 quilômetros de Campo Grande. O acidente que começou por volta das 6h da manhã  desta terça-feira (17), já soma 12 horas.

Conforme o tenente-coronel Fernando Carminati, o que dificulta o trabalho dos militares é o calor dos metais dos escombros. A equipe trabalha no rescaldo e resfriamento dos destroços e dos tanques próximos.

“Precisa resfriar o local para que as equipes se aproximem dos escombros. Existe ainda pedaços de tanque, que estão espalhados como a tampa e a parte superior no local. A estrutura precisa esfriar que eles procurar embaixo ou nas proximidades. Eles estão a postos aguardando, mas ainda está muito quente”, disse.

Segundo o portal Rio Brilhante em Tempo Real, o funcionário desaparecido seria irmão de um vereador reeleito na cidade.

As chamas destruíram o tanque e chegaram a atingir a parte superior do equipamento. Para controlar o fogo, foram necessárias 4 viaturas do Bombeiros, 10 militares, 30 brigadistas, e 10 caminhões de tanque da empresa.

Em nota, o grupo Biosev informou que quando identificaram o acidente, os funcionários acionaram o protocolo de emergência e o local foi evacuado. A empresa ressalta que também está atenta as informações sobre a possível vítima.

Confira o vídeo do trabalho de combate ao incêndio clicando aqui. 

12 horas após explosão em usina de MS, Bombeiros continuam buscas por funcionário
Mais notícias