Apesar do coronavírus, mais 2 cidades de MS abrem comércio e uma cancela rodeio

Em Campo Grande, comércio foi reaberto nesta segunda com restrições

Novos decretos publicados nesta segunda-feira (6) no Diário Oficial da Assomasul (Associação dos Municípios de Mato Grosso do Sul) autorizaram a reabertura do comércio no Estado, mas com restrições. Em Eldorado e Pedro Gomes, estão facultadas a abertura, com atenção para os equipamentos de proteção individual como prevenção à disseminação do novo coronavírus.

Em Eldorado, assim como em Campo Grande, não é possível realizar o serviço de self-service, apenas o de prato feito para estabelecimentos. Em Pedro Gomes, desde o último dia 3 estão reabertas as lojas.

Taquarussu cancelou o rodeio que aconteceria em comemoração ao aniversário da cidade no mês que vem, maio.

Na semana passada, sete cidades reabriram o comércio. Douradina vai permitir festas com até 15 pessoas. O comércio pode receber clientes, mantendo distância de 2 metros entre eles. Mercados terão até 4 clientes por vez fazendo compras e supermercados, até seis. Os velórios estão permitidos com até dez pessoas e duração de até quatro horas e o toque de recolher será das 21h às 5h na cidade. A Prefeitura realizará atendimento exclusivamente remoto (telefone e internet).

Guia Lopes da Laguna liberou o atendimento em comércio e lojas para duas pessoas por vez, com distância social, e a manutenção de hóspedes em hotéis por uma pessoa por quarto.

O município de Iguatemi liberou até o dia 30 de abril o comércio, mantendo distância de 1,5 metro e higienização dos ambientes, mesma medida de Terenos, distante 30 quilômetros de Campo Grande.

Sidrolândia, que tem um caso confirmado do novo coronavírus, regulamentou a volta das feiras livres e comércio com distância social. Os estabelecimentos precisam disponibilizar álcool em gel 70% ou local para lavagem das mãos. O toque de recolher segue decretado das 20h às 4h.

Ponta Porã decidiu liberar o funcionamento do comércio e flexibilizar algumas regras do decreto que previa situação de emergência na cidade por conta do novo coronavírus, o Covid-19. O funcionamento precisa seguir medidas de controle a contenção de riscos e disposições já presentes no decreto que vigora contra o combate ao coronavírus.

A Prefeitura de Rio Verde de Mato Grosso, distante a 200 quilômetros de Campo Grande, também permitiu que o comércio em geral reabre suas portas desde que sigam algumas exigências. Mesmo com um caso confirmado e dois suspeitos, houve a flexibilização das regras.

Apesar do coronavírus, mais 2 cidades de MS abrem comércio e uma cancela rodeio
Mais notícias