Apesar de liderar reclamações no Procon-MS, Energisa não recebeu multa em 2020

Órgão de defesa ao consumidor informou que 118 reclamações serão julgadas e podem ser convertidas e multas

Apesar de ser campeã no ranking de empresas com maior número de reclamações no Procon-MS, a ainda não recebeu nenhuma multa em 2020. No total, o órgão de defesa do consumidor recebeu 900 denúncias contra a concessionária que opera em 74 cidades de Mato grosso do Sul.

Conforme dados do , de 1º de janeiro a 11 de novembro de 2020, foram registradas 118 FNAs (Reclamações Fundamentadas e Não Atendidas) pela concessionária.

O superintendente do órgão de defesa do consumidor, Marcelo Salomão, explicou que a FNA pode gerar multa, mas ainda precisa passar por um julgamento. “Estão todas pendentes de julgamento, mas serão julgadas esse ano ainda”, informou.

No ano passado, por exemplo, foram aplicadas 35 multas à concessionária. Segundo o Procon, todas por irregularidades na cobrança de energia.

Reclamações

Apesar de faltar mais de um mês para o fim do ano, o número de reclamações no Procon contra a já é 52% maior que o total registrado em todo o ano de 2019, quando foram protocoladas 591 reclamações contra a concessionária.

Recentemente, a empresa foi alvo de reclamações por deixar moradores até 40h sem energia após chuvas.

Outro lado

Em nota, a informou que se ajustar o número aos dados do Sindec (Sistema Nacional de Informações Defesa do ), as reclamações caem para 232. Além de ressaltar que o ranking não representa a eficiência da concessionária, pois empresas que tem poucos clientes são comparadas a empresas que atendem milhões de clientes.

“Se considerarmos, portanto, os ajustes, a posição da empresa no ranking seria substancialmente alterada. A informa que o ranking do Procon considera em seu número, além das reclamações, os atendimentos e orientações realizadas ao cliente. O ranking apresenta ainda um elevado número de reclamações improcedentes, bem como reclamações duplicadas”, explicou.

Com base nos dados da Sindec e avaliados pela distribuidora, o número de atendimentos e orientações são de 301; reclamações improcedentes e arquivadas, 222; e reclamações Duplicadas ou Triplicadas, 145.

Apesar de liderar reclamações no Procon-MS, Energisa não recebeu multa em 2020
Mais notícias