Apenas 6% dos leitos de UTI da macrorregião de Campo Grande estão vagos

Macrorregião de Corumbá têm ocupação de 86% dos leitos

A taxa de ocupação global dos leitos de (Unidade de Terapia Intensiva) da macrorregião de Campo Grande chegou aos 94% de ocupação nesta quarta-feira (28), segundo informações do boletim epidemiológico do novo coronavírus, fornecido pela (Secretaria de Estado de Saúde). O número apresenta leve queda comparado ao dia anterior, quando a taxa de ocupação foi calculada em 96%.

Segundo o boletim, a a taxa de ocupação dos leitos clínicos e de de pacientes – considerando apenas os casos confirmados e excluindo os que aguardam confirmação – também apresentou variação. Em relação aos 710 leitos clínicos adulto públicos disponíveis, 257 estão ocupados (36%). Dos 119 clínicos pediátricos, 3 estão ocupados (3%). Já em relação aos 269 leitos de adulto públicos, 168 estão ocupados (62%). Dos 9 leitos de existentes, 4 (44%) estão ocupados.

Apenas 6% dos leitos de UTI da macrorregião de Campo Grande estão vagos
Foto: | Reprodução

A taxa de ocupação global de leitos de em , por macrorregião, apresentou leve melhora na região de Campo Grande, que teve o índice calculado em 94% de ocupação na quarta-feira (29): 40% dos 234 leitos de disponíveis da macrorregião está ocupado com pacientes confirmados da , enquanto 8% é com casos suspeitos. Além disso, 46% dos leitos estão ocupados com pacientes com outras enfermidades.

Na macrorregião de Corumbá a situação piorou de ontem para hoje. Dos 22 leitos existentes, 86% está ocupado, sendo 41% com pacientes confirmados de ou casos suspeitos e 45% com pacientes com outras enfermidades. Dourados vem na sequência, com 60% da taxa de ocupação global (caiu), seguida por Três Lagoas, com 44% (subiu). Confira os detalhamentos na tabela abaixo.

Apenas 6% dos leitos de UTI da macrorregião de Campo Grande estão vagos
Foto: | Reprodução

Casos confirmados

O boletim epidemiológico desta quarta-feira (29) foi incrementado em 968 casos, elevando o total de confirmações a 23.411. Destes, 5.895 são infecções ativas e 17.174 são casos recuperados. Há 5.435 pacientes em isolamento domiciliar e 460 internados, além de 5 de outros estados que não integram as estatísticas locais.

Destes internados, 249 estão em leitos clínicos (154 públicos e 95 privados). Outros 216 estão internados em leitos de (Unidade de Terapia Intensiva), dos quais 135 são públicos e 81 privados. Estes números referem-se apenas a casos já diagnosticados.

Apenas 6% dos leitos de UTI da macrorregião de Campo Grande estão vagos
Foto: | Reprodução

O boletim epidemiológico do novo coronavírus é apresentado diariamente nas redes sociais do Governo de MS em transmissão ao vivo e é divulgado também no site www.coronavirus.ms.gov.br. Clique AQUI para conferir o boletim desta quarta-feira (29) na íntegra.

Apenas 6% dos leitos de UTI da macrorregião de Campo Grande estão vagos
Mais notícias