Acredito no diálogo, diz neto de criador do Parque dos Poderes sobre desmatamento

Governo do Estado revogou o tombamento da região, medida que permite mudanças e intervenções na estrutura em meio às áreas verdes

Neto do criador do Parque dos Poderes, em Campo Grande, Pedro Pedrossian Neto, secretário de Finanças do município, comentou sobre a possibilidade de o Governo do Estado desmatar a área para ampliar as estruturas físicas. Projeto aprovado na Assembleia Legislativa revoga o tombamento do local, o que abre caminho para intervenções no parque.

“O Parque dos Poderes é um patrimônio de Campo Grande e da sociedade de Mato Grosso do Sul. Independentemente do que deve ser feito, é necessário buscar diálogo”. Ele acredita que discussão para se chegar a uma conclusão deve ocorrer entre Assembleia, Câmara Municipal e sociedade. Grupo de contrários à medida do governo protestam há pelo menos uma semana, na tentativa de impedir desmatamento na região.

Se a população for ouvida na conversa entre os poderes, o secretário acredita que não há problema. “Haveria problema em fazer uma ação sem pactuar com a sociedade, mas acredito que o Governo do Estado vai buscar esse diálogo”.

Acredito no diálogo, diz neto de criador do Parque dos Poderes sobre desmatamento
Mais notícias