Prefeitura passa a exigir teste de coronavírus antes de visitantes entrarem em Campo Grande

Anúncio foi feito pelo prefeito Marquinhos Trad nesta quinta

Com o fechamento do Terminal Rodoviário, a Prefeitura de Campo Grande irá intensificar as medidas de proteção nas barreiras sanitárias das entradas da cidade. Motoristas e passageiros de vans, Kombis e carros maiores deverão fazer o exame rápido de coronavírus para entrar na capital de Mato Grosso do Sul.

Em transmissão ao vivo, o prefeito Marquinhos Trad (PSD) anunciou que as barreiras serão intensificadas a partir da próxima semana em todas as entradas da cidade. “Vamos parar todas as vans, todas as Kombis, todos os carros maiores com pessoas dentro para verificar se é um transporte mediante remuneração e vamos exigir documentação e o teste do Covid-19”.

O prefeito afirmou que o fechamento da rodoviária levantou alguns questionamentos, como por exemplo, se não seria mais fácil controlar as pessoas que entram por meio do terminal. Entretanto, Marquinhos lembrou que a medida foi tomada com base em análise do MPMS (Ministério Público de Mato Grosso do Sul).

“Eles fizeram fiscalizações durante vários dias e detectaram que a concessionária não estava cumprindo com os equipamentos de proteção, ou seja, eles combinaram uma coisa e não estavam honrando”. Durante a live, o prefeito admitiu que as barreiras serão mais trabalhosas, mas ressaltou que serão uma maneira de “proteger e cuidar do campo-grandense”. “Todas as pessoas que querem vir para nossa cidade serão bem-vindas, mas antes de entrar vai ter que passar pelo exame sim”, garantiu.

Prefeitura passa a exigir teste de coronavírus antes de visitantes entrarem em Campo Grande
Mais notícias