VÍDEO: Há 3 meses, moradores do Caiobá convivem com ‘rio de esgoto’ em ponto de ônibus

Moradores relatam transtornos e temor por riscos à saúde

Imagine ter que pular um rio de lama mal cheirosa para atravessar a rua ou para subir no ônibus todos os dias. Esse é o drama de moradores da região do Portal Caiobá, que há pelo menos três meses convivem diariamente com um esgoto a céu aberto na Rua José Gabriel Filho.

A água suja, que além de ser fétida, oferece riscos à saúde, passa pela lateral da via por cerca de 300 metros. Mas é em frente ao ponto de ônibus que a situação se agrava, já que no trecho, devido aos sedimentos trazidos pelos veículos, a lama costuma “represar”.

A manicure Silvana Coelho, de 37 anos, conta que a situação já se arrasta há pelo menos três meses. “Sempre que a gente vai pegar o ônibus ou atravessar a rua a gente é obrigado a conviver com isso. Até o momento nada foi feito, ninguém se importou com a gente. Já são três meses assim. É terrível ter que pular essa lama para poder entrar no ônibus, é terrível ter que esperar o ônibus sendo obrigada a ficar nesse mau cheiro”, relata.

A reportagem acionou a empresa Águas Guariroba, responsável pelo fornecimento dos serviços de captação de esgoto na Capital. A empresa destacou que equipes foram até o local e constataram que a água das imagens é água servida (resultado de consumo doméstico). “Neste caso o sistema de drenagem é responsável pelo escoamento desta água. O sistema de esgoto no local está operando normalmente”, traz a nota.

* Matéria atualizada às 14h15 em 24 de outubro para acréscimo de informações

Mais notícias