Vereadores cobram explicações sobre retirada de vegetação em área de conservação

Trio foi até a Segunda Lagoa, em Três Lagoas, e verificou que houve recente desmate no local

Vereadores de Três Lagoas, cidade localizada a 338 km de Campo Grande, visitaram nesta segunda-feira (9) a Segunda Lagoa da cidade e constataram que o local sofreu retirada da vegetação, motivando um pedido de explicações para a Secretaria Municipal de Meio Ambiente. A promotoria da área e o Imasul também avisados da situação.

Na semana passada, o vereador Gilmar Garcia Tosta questionou a situação e alegou a possibilidade de haver crime ambiental no local, já que o desmatamento no entorno da lagoa teria ocorrido sem o devido licenciamento. A Segunda Lagoa da cidade fica na unidade de conversação Monumento Natural das Lagoas.

Diante da situação, os vereadores da Comissão de Educação, Meio Ambiente, Cultura, Deporto e Turismo, Apóstolo Ivanildo e Davis Martinelli, acompanhados da colega de Câmara, Sirlene, foram até o local e constataram os problemas relatados.

Segundo o trio, a intervenção tem sinais de que foi recente e o questionamento será sobre todo o processo de limpeza, feito pela prefeitura local, e se houve estudos sobre os impactos, licenciamento para retirada da vegetação e se isso era necessário, além do planejamento para realizar serviços na Segunda Lagoa.

Ainda nesta manhã, também foi visitada a região da Primeira Lagoa para verificar se o local também passou por intervenções semelhantes a da segunda. Contudo, ao andarem pelo local, constataram que nenhum serviço do tipo foi feito ali.

Mais notícias