Uso da Cidade do Natal por entidades beneficentes aguarda aval da Prefeitura

Projeto foi aprovada em 2ª votação na Câmara Municipal de Campo Grande nesta semana

O “Programa Cidade Solidária”, que prevê o uso dos quiosques da Cidade do Natal, na Avenida Afonso Pena, em Campo Grande, por entidades beneficentes, aguarda o aval da Prefeitura para valer.

A proposta dos vereadores Valdir Gomes (PP) e André Salineiro (PSDB) é destinar o espaço para entidades durante um fim de semana por mês, “ou mais”. Na sessão de terça-feira (dia 18), o projeto de lei foi aprovado em 2ª votação na Câmara Municipal.

Segundo o texto, a ideia é que as associações de assistência social possam vender produtos e, desta forma, arrecadar recursos para viabilização de seus projetos.

Se a proposta for sancionada, poderão participar entidades e fundações, sem fins lucrativos, que trabalham na educação, assistência social ou atividades de pesquisa científica, cultura, artística ou filantrópica. Também está prevista incluir programação de shows artísticos e culturais no local.

Na justificativa do projeto de lei, vereador Salineiro afirmou que o objetivo é que o uso contínuo conserve o espaço, evitando a deterioração e também gastos com reformas.

Mais notícias