UFMS capacita pessoas para atuarem nas bancas de verificação de cotas

Hoje, dia 22, começam as oficinas de capacitação para bancas de verificação promovidas em toda a Universidade pela Divisão de Acessibilidade e Ações Afirmativas (Diaaf) da Pró-Reitoria de Assuntos Estudantis.

A atividade, que integra a programação da campanha Eu Respeito de outubro, tem o objetivo de formar pessoas para comporem as bancas de verificação das autodeclarações étnico-raciais e de todas as demais condições autodeclaradas no ingresso, conforme consta na Resolução nº 150/2019 do Conselho Universitário (Coun).

“Nestas Oficinas, além da participação indispensável de professores e servidores que trabalham nas secretarias acadêmicas queremos também que representantes estudantis participem”, afirma Mirella Fonseca, chefe da Diaaf. Membros externos à também podem participar das oficinas, mas devem confirmar sua participação pelo e-mail diaaf.proaes@ufms.br.

As bancas de verificação são formadas a partir do conhecimento e experiência de seus membros em relação à avaliação utilizada para validar as autodeclarações de candidatos nos sistemas de cotas. Logo, apenas servidores e militantes voluntários do Movimento Social Negro que estiverem devidamente capacitados poderão compô-las.

“Vale ressaltar que o trabalho realizado pelas bancas de verificação contribuiu para a implantação de um processo de não omissão na fiscalização do sistema de cotas por parte dos agentes públicos, além de colaborar na não violação de princípio”, afirma Mirella.

UFMS capacita pessoas para atuarem nas bancas de verificação de cotas
Mais notícias