Trigêmeos chegaram mas cedo e se recuperam, mas mãe precisa de doações de leite e fraldas

Com quadro de pré-eclâmpsia, Vanessa teve parto antecipado. Ela chega a utilizar 28 fraldas por dia; saiba como ajudá-la

Já pensou como deve ser ter três bebezinhos de uma só vez? Vanessa da Silva, moradora de Coxim, já sabe responder a esta pergunta. No último dia 23 de agosto, ela deu à luz à trigêmeos, que nasceram em Campo Grande, na Maternidade Cândido Mariano.

Os bebês são Nycolas, Maria Eduarda e Henrique, que vieram ao mundo com 34 semanas, pesando 2,7 kg, 1,905 kg e 1,605 kg, respectivamente. Eles seguem internados na UTi (Unidade de Terapia Intensiva) da maternidade, e estão cada vez mais fortes.

Porém, Vanessa ainda se recupera de um susto. A gestação foi tranquila até a 33ª semana e somente após essa data, as coisas começaram a complicar. Ela começou a ter picos de hipertensão e foi diagnosticada com pré-eclâmpsia, o que poderia colocar em risco a vida não só dos bebês, mas também de Vanessa.

Com isso, o parto foi antecipado. Os bebês nasceram saudáveis e a saúde de Vanessa também logo se restabeleceu e mesmo longe de casa, eles já formam uma família feliz.

Rotina é exaustiva, mas, segundo Vanessa, compensa cada segundo | Foto: Divulgação

Mas, nem tudo são flores: cuidar de três bebês recém-nascidos não é nada fácil e muito menos barato. Só de fraldas, Vanessa precisa de 24 unidades por dias, oito para cada bebê. A rotina também é intensa e até leite materno tornou-se insuficiente.

“Ainda estou amamentando os bebês no peito. Uma hora eu dou leite para um, na outra mamada eu alimento outro e assim vou fazendo o rodízio. Porém, já preciso do leite artificial para complementar, só tenho que confirmar com a médica qual leite eles vão tomar”, diz.

Mesmo deixando Vanessa exausta e sem tempo, a mãe garante que ama cada um deles de maneira especial e que eles são bem diferentes. “O Nycolas, a Maria Eduarda e o Henrique são trigêmeos, mas são diferentes. Todos têm suas personalidades distintas”, brinca Vanessa.

Hospedada na Casa da Mãe Gestante, da maternidade Cândido Mariano, Vanessa aceita doações de fraldas e latas de leite materno, além de outros itens de recém nascidos, como roupas e itens de higiene. Mais informações podem ser obtidas pelo Serviço Social da Maternidade Cândido Mariano, por mensagem ou ligação, pelo número 67 99830-9975. Doações em dinheiro não serão aceitas.