Transporte escolar: bloqueio da MS-156 segue pelo segundo dia em Dourados

Poder público não abre diálogo com indígenas que reclamam falta de transporte escolar há mais de um mês

A rodovia MS-156 segue bloqueada pelos indígenas pelo segundo dia seguido no trecho que liga Dourados à Itaporã. Lideranças e estudantes afirmam que não houve diálogo com a prefeitura de Dourados para solucionar a falta de transporte escolar à universitários que correm risco de reprovação por faltas.

De acordo com o cacique da reserva indígena Jaguapiru, Izael Morales, conhecido como Néco, o protesto irá seguir até que tenha uma confirmação da volta dos ônibus e, portanto, não há prazo para liberar as pistas nos dois sentidos.

“Estamos ainda aguardando um representante da prefeita Délia e esclarecer essa falta de transporte para os universitários. Em muitas vezes tentamos conversar e nada foi resolvido. Então, vamos seguir aqui até que tenha uma solução”, disse a liderança relatando que o problema afeta aproximadamente 140 estudantes das aldeias Bororó e Jaguapiru.

O bloqueio iniciou na manhã desta terça-feira com vários estudantes levando cartazes e impedindo a passagem de usuários da rodovia. No mesmo dia, a prefeitura de Dourados cancelou a licitação que contrataria uma empresa para fazer a manutenção da frota própria que está impedida de ser utilizada devido a vários problemas mecânicos e de revisão.

O jornal Midiamax buscou novamente contato com a secretaria de educação e aguarda o retorno. A Polícia Militar Rodoviária está acompanhando o protesto e indica rotas alternativas para motoristas.

Mais notícias