Superação da safra em 2019 gera novos limites de exportação do milho em MS

O decreto foi publicado no Diário Oficial do Estado

Foi publicado no DOE (Diário Oficial do Estado) desta quinta-feira (05), um decreto que estabelece limites para a quantidade de milho exportada do Mato Grosso do Sul no próximo ano. Segundo a publicação, a previsão de colheita para a segunda safra de 2018/2019 é 12 milhões 156 mil 976 toneladas, superando as expectativas para Mato Grosso do Sul.

Para o período que se encerra em 30 de junho de 2020 ficou estabelecido que, para estabelecimentos que exportaram entre 1º  janeiro e 31 de outubro de 2019, o valor limite para exportação é de dez mil toneladas. No mesmo período do próximo ano, as empresas que exportaram mais dez mil toneladas, deverão ter o limite definido pela divisão do total da colheita pelo número de estabelecimentos que se enquadram nesta situação.

Estabelecimentos que realizaram exportações, até 31 de outubro de 2019, menores do que o limite individual anteriormente estipulado, ficam com o novo limite reduzido para a quantidade exportada. Já os que exportaram mais do que a quantidade estipulada, ficam com o limite reduzido e o valor do novo montante é definido pela diferença entre o valor exportado e o que deveria ter sido respeitado.

Superação da safra em 2019 gera novos limites de exportação do milho em MS
Mais notícias