Stand Up Paddle leva ‘vida’ à Lagoa Itatiaia e conquista campo-grandenses

Atletas e população da região do Tiradentes e outras partes da Capital aprovaram prática esportiva fora do habitual

Quem foi à abertura da 3ª edição dos Jogos Radicais Urbanos, na Lagoa Itatiaia, em Campo Grande, aprovou a utilização do local para promover esporte e lazer. No local, ocorre competição do campeonato brasileiro de Stand Up Paddle. Além da população, os atletas que vieram de fora para competição também elogiaram o evento, diante de um cenário de pouca valorização do esporte.

Jackson de Jesus, da Bahia. (Leonardo de França, Jornal Midiamax).

Jadson de Jesus, 30 anos, é de Itacaré, Bahia, e veio para Campo Grande para participar da competição. Em quarto lugar no ranking, a ideia é elevar a pontuação e subir de posição. Ele cita que o custeio para vir até a capital sul-mato-grossense saiu de seu bolso, já que não há, por enquanto, gente disposta a patrocinar a atividade, afirma.

O contentamento também veio do público, especialmente pela utilização de um cartão de postal ainda pouco visitado pelos campo-grandenses. Jusimeire Souza de Oliveira, 39 anos, veio com os dois filhos pequenos para acompanhar o evento. Ela lembra que atividades na Lagoa Itatiaia são bem raras, então é importante valorizar o local e usá-lo para esporte e outras atividades.

Jusimeire de Souza. (Leonardo de França, Jornal Midiamax).

“É muito gratificante ver isso acontecendo. Rede hoteleira, setor gastronômico, mobilidade urbana, toda uma cadeia que vai ligando e gerando renda”, segundo o prefeito Marquinhos Trad.

O chefe do Executivo municipal trazer este tipo de evento “sai da esfera do futebol”. “Tenho buscado tirar a bola do pé ou da mão e incentivar outros esportes como o stand up, balé, ginástica, vôlei, judô, canoagem. Esse pessoal é carente de incentivos, diferente de esportes como futebol que hoje qualquer bairro tem”.

Diretor-presidente da Funesp (Fundação Municipal de Esporte), Rodrigo Terra, afirmou que o evento traz “um legado na lagoa, alo permanente”. “Queremos utilizar a lagoa com mais um espaço público para prática de esporte”. Ao menos 60 atletas participaram.

Mais notícias