Sinpol diz que acompanhará decisões sobre transferência de Depac

PC-MS confirmou que há estudo para que Depac Piratininga mude provisoriamente para sede do Cepol

O presidente do (Sindicato dos Policiais Civis de MS), Giancarlo Corrêa Miranda, afirmou nesta quinta-feira (27) que a entidade acompanhará de perto a proposta de mudança provisória da Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) do bairro Piratininga, durante eventual reforma.

De acordo com a PC-MS (Polícia Civil de Mato Grosso do Sul), há um estudo com o objetivo de conferir a viabilidade de transferir a estrutura da Depac para a sede do Cepol (Centro de Policiamento Especializado), localizado no bairro Tiradentes, durante eventual reforma da Depac.

Segundo o sindicalista, a entidade deverá reunir-se com os policiais civis para discutir a transferência, já que é necessário garantir infraestrutura não só para os atendimentos, mas como para facilitar o deslocamento da população e até mesmo de policiais militares para o registro das ocorrências – o prédio do Cepol fica a cerca de 10 km da unidade Piratininga e o acesso de ônibus ao local é prejudicado.

“Não podemos ignorar que a reforma da Piratininga é necessária. Ela é a pior delegacia que temos, em termo de estrutura, e tem uma demanda por atendimento muito alta. O que queríamos era uma reforma, mas temos informação de que o Estado não dispõe do valor para fazê-la de imediato. A alternativa que teria agora seria mudar para o Cepol, de forma temporária”, destaca o presidente do .

Giancarlo ainda aponta que entre os estudos estaria a destinação de um novo local para construir “do zero” uma nova sede para a Depac, já que isso poderia baratear os custos. “Mas, vamos acompanhar tudo isso. Não adianta nada tirar algo de um lugar ruim para outro que permanecerá ruim. Precisamos entender como e se isso vai acontecer”, conclui.

Nesta manhã, a PC-MS confirmou ao Jornal Midiamax que há estudo para uma transferência temporária, mas não determinou se a mudança, de fato, acontecerá ou, ainda, se há alguma previsão para início da reforma. A PC-MS destacou, ainda, que a unidade da 5ª DP (Delegacia de Polícia) permanecerá funcionando no mesmo local.

Também nesta manhã, moradores da região e lideranças comunitárias reuniram-se em frente ao prédio na Piratininga e cobraram explicações sobre a informação da mudança – eles afirmam que uma informação vazada apontava que a mudança seria definitiva e também temem que a região fique desassistida, já que o expediente da 5ª DP encerra-se às 17h30.

A atende em regime de 24 horas e cobra toda a região sul de Campo Grande, inclusive os populosos bairros Moreninhas e Aero Rancho.

Sinpol diz que acompanhará decisões sobre transferência de Depac
Mais notícias