Publicidade

Shopping da Capital terá que indenizar clientes assaltadas no estacionamento

A primeira tentativa de "acordo" feita pelo shopping foi a oferta de suas cortesias para o cinema

Um shopping de Campo Grande terá que indenizar duas clientes em R$ 5 mil cada por um assalto que elas sofreram no estacionamento do local, por conta do serviço de vigilância inseguro e ineficiente. A sentença foi dada pela 16ª Vara Cível da Capital.

Segundo informações do Tribunal de Justiça, as vítimas foram abordadas por um homem armado, no dia 9 de março de 2017, por volta das 20h46, no estacionamento do local. Uma delas ainda tentou reagir ao assalto, trancando as portas do veículo, mas levou uma coronhada na cabeça.

Uma das vítimas correu atrás do assaltado, gritando por ajuda, onde ele acabou deixando a bolsa cair. A segurança do shopping apareceu e solicitou que elas fizessem uma reclamação no site, relatando os fatos e pedindo maior segurança.

Um e-mail foi enviado para a administração do local, mas elas tiveram como resposta a oferta de suas cortesias ao cinema. Imagens das câmeras de segurança foram solicitadas pelas vítimas, mas lhes negaram.

Primeiramente, as clientes pediram uma indenização de danos morais de R$ 15 mil, mas o shopping contestou dizendo que todo atendimento foi feito e a bolsa deixada no local, só que o autor do assalto não foi localizado mesmo com buscas realizadas.

Após análises, a juíza Mariel Cavalin dos Santos destacou que “não resta dúvida de que elas foram assaltadas dentro do estabelecimento. Desse modo, só o fato de terem sido vítimas de roubo demonstra que o réu não oferece um serviço seguro, adequado e eficiente aos seus consumidores”, indenizando por danos morais em R$ 5 mil para cada uma das clientes.

Mais notícias