Saúde de Três Lagoas divulga boletim de monitoramento da Dengue e Leishmaniose

Os boletins são referentes a 49ª semana epidemiológica de 2019

A Secretaria Municipal de Saúde de Três Lagoas, por meio da equipe de Vigilância Epidemiológica, Setor da Diretoria de Vigilância em Saúde e Saneamento, divulgou no final da tarde desta terça-feira (10), os Boletins de Monitoramento da Dengue e da Leishmaniose, referentes à 49ª semana epidemiológica de 2019.

Como consta no Boletim de Monitoramento da Dengue, foi registrado o acumulado de 5.691 casos notificados suspeitos no ano de 2019, ou seja, um aumento de 20 novos casos notificados suspeitos, somente nesta que é a 49ª Semana Epidemiológica.

Desse total acumulado do ano, 3.631 foram confirmados como casos positivos e 1.948 obtiveram resultado negativo. O restante, ou seja, 112 casos ainda aguardam resultados de exames laboratoriais.

Esse total é resultado da soma dos casos notificados suspeitos em janeiro (1.250), fevereiro (793), março (1.066), abril (977), maio (618), junho (341), julho (154), agosto (121), setembro (73), outubro (130), novembro (148) e parcial de dezembro (20).

Como consta no Boletim de Monitoramento da Leishmaniose, a equipe de Vigilância Epidemiológica também atualizou as informações sobre o número de casos notificados, de janeiro até agora. Nesta semana, como vem ocorrendo há quatro semanas consecutivas, não houve registro de novos casos.

Segundo foi divulgado, são 172 casos notificados e acumulados de Leishmaniose, em Três Lagoas, no ano de 2019. Desse total, nove foram diagnosticados como casos positivos e 161 descartados como negativos.

Entre os nove casos positivos de Leishmaniose, houve registro de três óbitos, sendo o de uma criança de um ano, em 10 de março; uma mulher de 76 anos, residente no Jardim Planalto, em 14 de setembro; e a de um homem de 71 anos de idade, em 18 de novembro, residente no Jardim Capilé.

Nos demais casos positivos, as pessoas passaram pelo devido tratamento logo que diagnosticadas e já obtiveram alta médica.

Mais notícias