Notícias de Mato Grosso do Sul e Campo Grande

Saiba o que fazer ao encontrar animal vítima de maus-tratos nas ruas

CCZ recolhe por mês, cerca de 125 animais entre cães e gatos

Morador do bairro Marcos Roberto, em Campo Grande, quase atropelou um cão na manhã desta quarta-feira (9). O animal estava embaixo do carro, em frente à residência e o rapaz, ao ver o cão, descobriu porque ele estava tentando se esconder.

O animal apresentava sinais de maus-tratos e não conseguia levantar. “Fiquei em choque com tamanha maldade, retirei ele de lá, uma vizinha colocou água e ração, mas nem comer o cão conseguia, ” relata. O morador entrou em contato com o CCZ (Centro de Controle de Zoonoses) e o órgão informou que uma equipe recolheria o cão no período da tarde.

“Dá dó ver o animal nessa situação e é difícil acreditar que algumas pessoas tenham coragem de judiar. Ele apresentava sinais de leishmaniose, e como temos crianças em casa, ficamos com muito medo. ”

Animal apresentava sinais de maus-tratos e não conseguia andar (Foto: Leitor)

Não posso adotar. E agora?

A orientação do CCZ, caso encontre animais nessa situação, é acionar imediatamente o órgão. O animal é recolhido e ao chegar na sede, passa por triagem e avaliação de um médico veterinário.

O atendimento do CCZ é de segunda a sexta-feira, das 7h às 21h. As equipes são alocadas conforme a necessidade, para atender toda a demanda. Para mais informações, o CCZ disponibiliza o telefone 3314-9504.

Comentários
Carregando...