Reforma do Guanandizão é retomada com previsão de entrega em maio de 2020

Inauguração deverá contar com partida da Seleção Brasileira em etapa da Liga Mundial de Vôlei

Foram retomadas as obras de reforma do Ginásio Poliesportivo Avelino dos Reis, o Guanandizão, interrompidas após desistência de empreiteira ganhadora da licitação. Para a revitalização, Prefeitura e o Governo do Estado firmaram parceria que destina R$ 1,8 milhão para custeio do projeto.

As obras começaram o serviço nesta semana, com a retirada da base do antigo piso da quadra, que será refeito. A previsão é que em maio de 2020 o complexo poliesportivo, inaugurado em 1984, seja entregue revitalizado. A Prefeitura planeja marcar a reabertura do ginásio com a realização de uma etapa da Liga Mundial de Vôlei, com participação da Seleção Brasileira.

Interditado desde 2013, por determinação do Corpo de Bombeiros, a obra dará solução a exigências como projeto de prevenção e combate de incêndio e revitalização das instalações elétricas, por exemplo.

O projeto de reforma elaborado pela Sisep (Secretaria Municipal de Infraestrutura e Serviços Públicos), no entanto, é abrangente e contempla, na parte elétrica, troca de toda a fiação, substituição do transformador, instalação de um gerador de energia, reforço da iluminação das quadras externas com novas lâmpadas de led. O gerador é necessário para garantir o funcionamento (em caso de falta de energia)  das bombas de água para o combate a sinistros. O projeto elétrico está orçado em, aproximadamente, R$ 500 mil.

Os banheiros também passarão por revisão geral, incluindo parte hidráulica, colocação de novos azulejos, substituição de forro e instalação de equipamentos de acessibilidade para  atender pessoas com deficiência física.    As intervenções incluem as bilheteira e em toda a estrutura externa de quadras com reparos no piso, nova pintura, novas tabelas de basquete, alambrados. Haverá instalação de tátil no entorno, reurbanização com plantio de grama e troca de lojas.

(Com informações da assessoria)

Mais notícias