Projeto de lei prevê pontos de coleta de lixo eletrônico em Campo Grande

Medida tramita na Câmara Municipal e medida inclui campanhas de conscientização

Um projeto de lei que tramita na Câmara Municipal pretende criar programa de coleta contínua de lixo eletrônico em Campo Grande. O objetivo é conscientizar o consumidor sobre os riscos à saúde e ao meio ambiente no descarte inadequado destes produtos.

A ideia é criar postos de coleta em órgãos públicos e também promover campanhas de educação ambiental com informações sobre a responsabilidade da destinação correta. Entram no lixo eletrônico, pilhas, baterias portáteis, baterias chumbo ácido, automotivas e industriais, aparelhos celulares e lâmpadas.

De autoria do vereador Otávio Trad (PTB), o projeto prevê que a Prefeitura de Campo Grande possa firmar parceria com empresas e outras instituições para implantar o programa.

A medida tramita na Câmara Municipal e ainda deve passar pela CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) e outras comissões, antes de ir para votação no plenário.

Mais notícias