Programa quer otimizar uso de defensivos e incentivar produtos naturais no controle de pragas

"O resultado será a redução dos custos de produção, redução de eventuais riscos de impactos ambientais e sociais", diz secretário da Semagro

O Governo do Estado anunciou nesta quarta-feira (11) o Plano Estadual para Difusão do Manejo Integrado de Pragas. O objetivo é otimizar o uso de defensivos agrícolas e ainda incentivar a produção e uso de insumos naturais no controle das pragas das lavouras.

O secretário da Semagro (Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar), Jaime Verruck, disse que o objetivo é promover e difundir os princípios e práticas que compõem o manejo integrado de pragas, um sistema que não é novo, porém, pode não ser conhecido por muitos produtores rurais. Verruck ainda afirma que recentemente o Ministério da Agricultura publicou uma normativa com referências de procedimentos para controle biológico de pragas, assim como o uso de defensivos em geral.

O que estamos fazendo, com esse Programa, é intensificar a divulgação dessa prática. O resultado será a redução dos custos de produção na lavoura, redução de eventuais riscos de impactos ambientais e sociais relacionados ao uso desses insumos, que são essenciais para o processo produtivo”, diz o secretário.

Verruck assinou Termo de Cooperação com representantes das entidades das diversas cadeias produtivas agrícolas formalizando o compromisso de ajustar ações e estabelecer condições básicas no sentido de apoiar a implementação do Plano. A medida engloba ações já em andamento e lista metas para os próximos anos. O primeiro passo é divulgar as práticas disponíveis de manejo integrado de pragas e em seguida, apoiar o estudo e desenvolvimento de defensivos naturais, com impacto ambiental nulo ou baixíssimo.

(com informações da Semagro)

Mais notícias