Procon-MS notifica Magazine Luíza por falta de atendimento preferencial

Atendimento prioritário e preferencial está entre as ocorrências com maior demanda

O Procon-MS (Superintendência para Orientação e Defesa do Consumidor) autuou uma rede nacional de lojas de eletrodomésticos após notar diversas irregularidades no atendimento preferencial a idosos e também no atendimento prioritário para portadores de necessidades especiais. O órgão estadual estipulou um prazo para que a empresa apresente uma justificativa e regularize o atendimento.

De acordo com o Procon-MS, a empresa não oferece tais condições para os atendimentos e quando há um local para o tipo de serviço, o caixa fica desativado havendo a necessidade de aglomeração em filas únicas para os caixas normais, ocasionando por muitas vezes, o encosto em móveis para ficar mais “cômoda” a situação.

O atendimento prioritário ou preferencial está entre as ocorrências com maior demanda, segundo o Procon-MS. O desrespeito está sendo com idosos acima de 60 anos e pessoas com idade acima dos 80 anos.

Segundo o superintendente Marcelo Salomão, “há necessidade de cumprimento ao que determina o Código de Defesa do Consumidor como forma de dar à clientela a importância merecida. Entretanto, tratar bem os idosos supera a obrigação. São clientes que, até pela sua história de vida, merecem atenção toda especial”.

A reportagem procurou a assessoria da loja para um posicionamento sobre o ocorrido, mas até o fechamento desta matéria, não foi possível obter o retorno.

Mais notícias